martes, 17 de mayo de 2011

Pensamentos de uma pessoa (in)comum



Contou as gotas de chuva
uma a uma
sem pressa
nem tempo de acabar

...Contou as lágrimas
que deixou cair no mar
numa eterna saudade
de o ter ao seus pés

Lágrimas de sal
sal de mar

Por vezes quando chove
do sorriso se esquece

Outro fermoso poema desta poetisa, ou poeta Portugues.
Publicar un comentario